segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Fenômenos da mediunidade.



A mediunidade é o fenômeno em que o indivíduo serve de intermediário entre o mundo físico e o espiritual. Não é um privilégio, de modo amplo, a mediunidade é inerente ao homem. Pessoas que não a possuem em nenhum grau são raras. De uma certa forma todos temos uma certa mediunidade.
O conceito de mediunidade pode sofrer variações dependendo da religião ou mesmo do autor, seja esse encarnado ou desencarnado. Aqui o conceito que utilizamos foi usado pela Federação Espírita do Estado de São Paulo, que também classifica os fenômenos mediúnicos em dois: "anímicos são fenômenos mediúnicos, quando há maior influência do Espírito do médium na relação entre as duas esferas[...]Espíritas são fenômenos mediúnicos, quando na relação, há uma atuação direta do Espírito desencarnado sobre o encarnado."   
A base dos fenômenos mediúnicos são as vibrações mentais, quando a vibração mental do médium está na mesma faixa mental da entidade comunicante ocorre um fenômeno mediúnico. "Cada ser humano, encarnado ou não, vibra na faixa mental que lhe é peculiar, irradiando uma vibração especifica." Daí o entendimento que, de modo geral, todos nós somos médiuns. Porém, há pessoas com uma aptidão física mais propícia à ocorrência desse fenômeno.  
Níveis vibratórios muito diferentes dificultam a comunicação, o ideal é haver um equilíbrio entre a entidade comunicante e o médium. Quanto a isso Manoel Philomeno de Miranda (espírito) nos diz que:
"Quando nas comunicações, os teores são diferentes, a fim de produzir-se a afinidade, o médium educado sintoniza com o psiquismo irradiante daquele que se vai comunicar, e se este é portador de altas cargas deletérias, demorando-se sob vibrações baixas, o hospedeiro permite-se dela impregnar até que, carregado dessas energias pesadas, logra envolver-se no campo propiciador, portanto, de igual qualidade, cedendo as funções intelectuais e orgânicas à influência do ser espiritual que passa a comandá-lo, embora sob a sua vigilância em Espírito, que não se aparta, senão parcialmente, do corpo."

Referências:
Curso de educação mediúnica. 1º ano. Autores diversos. São Paulo: FEESP, 1995.
Espírito.org

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...