sexta-feira, 29 de abril de 2016

Um aspecto da mediunidade. Como entendê-la.


Concepções e ideias sentidas por nós podem ser emanadas de inúmeras energias pensantes do universo. As quais e com as quais por algum tempo entramos em sintonia e, nesse momento, somos parte integrantes delas, contribuindo com nossas próprias concepções e ideias, ao mesmo tempo em que as absorvemos. Contribuindo, assim, para alimentá-las e no nosso convívio social também transmiti-as, em um eterno processo que agrega energias afins.
Quando nos agregamos a essas energias pensantes ocorrem fluxos multidirecionais de pensamentos. Os quais são absorvidos, sentidos e analisados por inúmeras energias pensantes ao mesmo tempo nos lugares mais distantes que se pode imaginar. 
Alexandre de Freitas 09/04/2016.    

Possivelmente essa é uma interessante interpretação da mediunidade. Não existe nada de extraordinário e sobrenatural. Ocorre apenas uma sintonia na qual você se liga mentalmente com uma "onda pensamento" com a qual mantém uma certa afinidade durante um determinado tempo.  
Nesse momento estabelecemos um diálogo extremamente dinâmico a nível mental/telepático, muita coisa podemos absorver nesse diálogo, mas às vezes nossa condição física (cansaço, preocupação etc.)  não permite uma compreensão satisfatória.
Alerto, também, que  nem sempre são ideias boas, generosas moralmente e eticamente aceitas e padronizadas com a sociedade na qual nos inserimos. Trata-se apenas de uma sintonia. Se for "má" pode ser catastrófica. Dessa forma, tudo depende de nossa condição mental e da capacidade de julgarmos a influência que estamos sofrendo. 
  
Observação:
Energia pensante - sinônimo de espírito.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...